Os proprietários dos transportes alternativos de Guanambi foram recebidos na manhã desta terça-feira (20), em Brasília, pelo deputado Charles Fernandes. Eles são contra a Lei 13.855/19 sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Proprietários dos transportes alternativos de Guanambi,sendo recebidos pelo deputado Charles Fernandes,na manhã desta terça-feira (20), em Brasília. Foto: Assessoria de Charles.

O deputado federal Charles Fernandes (PSD) recebeu na manhã desta terça-feira (20), em Brasília, os representantes dos transportes alternativos. Eles realizam desde segunda-feira (19), manifestações nas rodovias 122 e 030, em Guanambi,no Sudoeste da Bahia, contra a Lei 13.855/19 sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro sem vetos, no dia 9 de julho, que aumenta a punição para transporte irregular.

De acordo com o deputado Charles Fernandes, ele vai acompanhar os representantes dos transportes alternativos, que serão recebidos pelo ministro dos Transportes e Aviação ainda hoje. Posteriormente levará essas demandas ao Congresso.

Segundo a lei, o transporte pirata, seja de ônibus ou van escolar sem autorização ou transporte remunerado de pessoas ou bens, passa a ser classificado de infração gravíssima, com multa (multiplicada por cinco, no caso do escolar) e perda de sete pontos na carteira de habilitação, além da remoção do veículo como medida administrativa. As novas punições entram em vigor em 90 dias a contar desta terça.

Os manifestantes fecharam três trechos das rodovias e informaram que não devem deixar o local enquanto não tiverem um posicionamento do ministro dos Transportes e Aviação nesta terça-feira, em Brasília.

Fonte: Folha do Vale

 

Comente via Facebook!