Na última sexta-feira (18), três pessoas de uma mesma família (pai, mãe e filha) foram presas em flagrante no bairro de Meaípe, em Guarapari, na região metropolitana de Vitória/ES. Após denúncias anônimas, a polícia investigou o que essa família andava fazendo dentro de casa. E, o que o polícia descobriu foi aterrorizante. Os três mantinham mais de 50 animais, entre cães, gatos e até mesmo um papagaio em condições totalmente insalubres. Não havia recipientes com comida ou água e, para piorar a situação, a urina e as fezes dos animais estavam espalhadas pela casa.

É interessante fazer apenas uma pequena observação nesse ponto. Alguns sites alegaram que essa família já vinha sendo investigada há anos (1 | 2), sendo que o site do jornal “Folha de Vitória” mencionou que diversos boletins de ocorrência já tinham sido lavrados.

Uma História de Terror

E, o que poderia ser “apenas” um caso de maus-tratos aos animais se transformou numa história de terror. Isso porque, segundo a polícia, há uma forte suspeita que a família matava os animais e vendia a carne deles para ser supostamentecomercializada no formato de linguiça. Sim, isso mesmo que vocês leram. O produto seria supostamente comercializado numa ou mais feiras da própria cidade.

Fotos da família acusada de matar cães e gatos para fazer linguiça: Maurício H. P. (à direita), de 62 anos, Angela D. S. L., 66, e Ana Carolina S. H. P., de 27 anos (à esquerda).

Durante a abordagem inicial dos policiais, a família alegou que estava protegendo os animais, ou seja, essa seria a razão da presença de tantos gatos e cachorros no local. Contudo, a polícia não acredita nisso, e por vários motivos.

Segundo o portal de notícias RICMais, um policial militar teria relatado que foram encontrados diversos sacos de ração, que estavam cheios de ossos. Isso foi corroborado por uma reportagem do programa jornalístico “Primeiro Impacto”, do SBT, que chegou a mostrar (borrando a imagem, é claro) diversos sacos contendo carcaças e ossos de animais:

A Família Não Comercializava Nada no Local

Segundo a polícia, a família não comercializava absolutamente nada no local, ou seja, na casa onde moravam. Os três suspeitos “apenas” venderiam a carne para alguém processar, por assim dizer. A polícia ainda está investigando uma quarta pessoa, que pode estar envolvida nessa situação, assim como os compradores das tais linguiças que teriam sido feitas com a carne de cães e gatos. Vale lembrar nesse ponto, que há toda uma investigação em curso, portanto é necessário cautela.

Embora os cães sejam, em princípio, de rua, a polícia não descartou a possibilidade de que animais pertencentes a moradores da região tenham sido furtados pelos integrantes dessa família.

Comercializar a Carne de Cães ou Gatos para Consumo Humano é Crime!

Kelly Rose Areal, gerente estadual de Vigilância em Saúde explicou que o abate e a comercialização da carne de cães e gatos para o consumo humano é crime:

A legislação brasileira não permite o abate para consumo a carne de gato e cachorro. Tem uma lei e isso é considerado maus tratos aos animais, que são considerados animais domésticos.

Várias doenças podem acontecer, se o animal estiver infectado. A população que por acaso tenha ingerido esta carne deve ficar em observação para ver se aparecem os sintomas“, disse Kelly Rose Areal.

As Fotos que Circulam Sobre Esse Caso São Verdadeiras ou Falsas?

Boa parte das fotos que circulam sobre esse caso em alguns sites de notícias e nas redes sociais foram tiradas dos seus contextos originais! Infelizmente, na ânsia ou sensacionalismo de realizar uma denúncia, inúmeras pessoas estão compartilhando diversas fotos, que nada tem a ver com esse caso ocorrido em Guarapari/ES. Para vocês terem uma ideia, algumas fotos são muito antigas e sequer foram tiradas aqui no Brasil!

A seguir, vamos conhecer algumas dessas fotos!

1) Foto de Cachorros Mortos Pendurados em Ganchos

Evidentemente, não iremos publicar essa foto sem nenhum borrão devido ao caráter extremamente gráfico que ela possui. Contudo, acreditamos que vocês saibam muito bem qual seja essa foto:

Não iremos publicar essa foto sem nenhum borrão devido ao caráter extremamente gráfico que ela possui.

2) Fotos de Linguiças Supostamente Preparadas com a Carne de Cães e Gatos

Lembram que a polícia disse que a família não comercializava nada no local? Então, não teriam sido encontradas quaisquer linguiças fabricadas pela família ou equipamentos para esta finalidade na residência. Portanto, de antemão, nenhuma foto de linguiça, que tenha sido veiculada nas redes sociais, blogs, e por diversos sites de notícias (1 | 2 | 3 | 4 | 5), ao menos até o momento do fechamento deste artigo, pode ser atribuída a esse caso.

Vamos conferir algumas delas?

A) Linguiça Enrolada na Vertical

Foto de uma linguiça enrolada na vertical que vem sendo atribuída ao caso de Guarapari/ES.

A foto acima circula na internet, no mínimo, desde setembro de 2012Nessa época, a foto dessa linguiça apareceu num blog chamado “Linguiças Artesanais” com a seguinte descrição:

Juntamos uma das delícias do Norte de Minas com a paixão pela degustação de um produto artesanal e único. Resultado: Linguiça com Pequi. Feita com peças selecionadas de Contra Filet, Alcatra ou/e Pernil

Portanto, a foto não é recente e não se trata da carne de cães ou gatos!

Conclusão

Boa parte das fotos que circulam sobre esse caso em alguns blogs, sites de notícias e nas redes sociais foram tiradas dos seus contextos originais! Infelizmente, na ânsia ou sensacionalismo de realizar uma denúncia, inúmeras pessoas estão compartilhando diversas fotos, mas que nada têm a ver com um triste e verdadeiro caso ocorrido em Guarapari/ES.

De qualquer forma, este artigo poderá ser atualizado futuramente caso alguma outra imagem, tirada de seu contexto original, viralize e seja atribuída a esse caso.

Comente via Facebook!