Steven MacDonald, de 48 anos, teve que ser operado de emergência em Airdrie, nas proximidades de Glasgow (Escócia), após contrair grave infecção no dedo indicador da mão esquerda por causa do vício de roer as unhas, segundo noticiou o “Daily Mirror”.

Imagens do paciente foram postados no Facebook por uma amiga, Karen Peat. Inicialmente, ele não foi identificado. Porém, reportagem do “Daily Mail” revelou a identidade, com autorização do paciente.

“Uma mensagem aos roedores de unhas: Parem!!!”, escreveu Karen na rede social.

“Essa pessoa foi informada na emergência que se demorasse um pouco mais a tratar a infecção poderia ter sido fatal. A infecção já estava indo para o braço”, acrescentou ela, que, na verdade, é noiva de Steven.

“Essa provação me ensinou uma grande lição: qualquer roedor de unhas que estiver por aí, por favor, afaste o dedo dos dentes. Eu nunca tive um problema assim antes, mas isso me deixou seriamente refletindo sobre a vida e a morte”, disse Steven.

Em 2018, o inglês Luke Hanoman, de 28 anos, quase morreu de sepse após infecção iniciada em um dedo cuja unha havia sido continuamente roída por ele.

Fonte: EXTRA

Comente via Facebook!