A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira, 9, a Operação Cadeceu, em Salvador e Camaçari, na Região Metropolitana. Agentes da PF  e equipes do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) estiveram em um apartamento na avenida Princesa Isabel, próximo ao Porto da Barra. As informações iniciais são que uma pessoa foi detida pela polícia.

Segundo informações da Polícia Federal, 15 mandados judiciais, sendo três de prisão preventiva e 12 de busca e apreensão estão sendo cumpridos. A operação visa desarticular uma organização criminosa atuante nos Estados da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco, voltada à prática de fraudes no INSS.

As investigações levaram a polícia a um grupo criminoso liderado por um dos maiores fraudadores da história do INSS, na área de benefícios. O suspeito, que não teve o nome divulgado, tem registro na polícia desde a década de 1980. Ele responde por diversos processos penais e dezenas de inquéritos policiais, sempre por fraude à Autarquia Federal.

A polícia percebeu que, no primeiro momento, era realizada a criação de vínculos empregatícios falsos. Os nomes eram inseridos no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) por meio de GFIP’s extemporâneas, para comprovação da qualidade de segurado. No segundo momento, os suspeitos criavam documentos médicos falsos, com o objetivo de simular patologias para obter benefícios da previdência, principalmente, o auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez.

Fonte: A Tarde

Comente via Facebook!